Sem Saúde Mental, Não Existe Saúde.
Cuidar da Mente é Cuidar da Vida!

Dra. Carla Juliana Abra Bergamin

CRM PR 35690.

Membro da Sociedade Brasileira de Psiquiatria

-Médica formada pela pontifícia universidade católica do Paraná (PUCPR).
-Especialização em psiquiatria geral
-Especialização em psiquiatria forense – IPQ HCFMUSP
-Experiência clínica em acompanhamento psiquiátrico ambulatorial e em regime de internação hospitalar.
-Experiência em emergências psiquiátricas.
-Perita Judicial em psiquiatria pelo Tribunal de Justiça do Paraná
-Atualizações frequentes em psiquiatria geral e forense, em psicofarmacologia e farmacogenética e em cetamina, principalmente, por meio de congressos, simpósios e programas médicos de atualização ou capacitação.

Serviços

iconeCarlaBergamin_AtendimentoPsicologico (1)

Consultas Ambulatoriais em Psiquiatria

iconeCarlaBergamin_consultasAmbulatoriais

Psiquiatria Clínica

iconepericia psiqui_pericia psiqui

Perícia Psiquiatrica Judicial e Assistência Técnica

Tratamentos

Veja abaixo as principais demandas que levam as pessoas a procurar um Psiquiatra:

Transtornos Ansiosos

São transtornos que compartilham características de medo e ansiedade excessivos e perturbações comportamentais relacionados a estes sentimentos. Medo é a resposta emocional à ameaça iminente real ou percebida de forma subjetiva e ansiedade é a antecipação da ameaça futura. Os transtornos de ansiedade se diferem do medo ou da ansiedade adaptativos por serem persistentes e desproporcionais ao evento real ou percebido subjetivamente e por trazerem prejuízos no funcionamento profissional, social e em outras áreas importantes da vida do indivíduo. Incluem-se nesta categoria transtorno de ansiedade generalizada (TAG), transtorno de ansiedade social, fobias específicas e transtorno de pânico. Esta última condição não é específica dos transtornos ansiosos, podendo se desenvolver no contexto de outros transtornos mentais.

Transtornos depressivos

Estados mentais caracterizados por humor deprimido, dificuldade sem sentir prazer ou ausência total de prazer nas atividades de vida diária (anedonia), alterações neurocognitivas importantes (dificuldade de concentração, alterações no apetite, insônia ou sonolência excessiva, entre outros), fadiga e cansaço excessivo, responsáveis por gerar graus variados de disfuncionalidade social, profissional e em outras áreas da vida do indivíduo. Considerando a síndrome depressiva, podem ser classificadas condições específicas de acordo com a duração e gravidade dos sintomas e pelo nível de prejuízo funcional: transtorno disruptivo de humor, transtorno depressivo maior e destemia, depressão pós-parto, transtorno afetivo sazonal, entre outros.

Transtorno obsessivo compulsivo (TOC)

O TOC é caracterizado pela presença de obsessões e compulsões. Obsessões são pensamentos, impulsos ou imagens recorrentes persistentes vivenciados subjetivamente pelo indivíduo de forma intrusiva e indesejada, enquanto compulsões são comportamentos repetitivos ou atos mentais que o indivíduo se sente compelido a executar em resposta a uma obsessão. Outras condições psíquicas caracterizadas principalmente por comportamentos repetitivos sem a associação com obsessões também se enquadram neste contexto e são eles: transtorno dismórfico corporal, transtorno de acumulação, tricotilomania, transtorno de escoriação e outros transtornos relacionados.

Transtorno de estresse pós traumático (TEPT)

Transtorno que pode se desenvolver a partir da exposição a episódio concreto ou à ameaça de morte, lesão grave ou violência sexual.  O TEPT  é caracterizado por lembranças intrusivas angustiantes, recorrentes e involuntárias do evento traumático, evitação persistente de condições e situações associadas ao trauma sofrido, alterações negativas na cognição e no humor relacionadas ao evento e alterações evidentes na excitabilidade e na reatividade individual também associadas ao fator traumático. Estes sintomas devem acarretar impacto funcional para que o diagnóstico seja considerado. É comum comorbidade com ansiedade, transtorno depressivo e abuso de substâncias.

Espectro da esquizofrenia

Engloba transtornos psicóticos como esquizofrenia, transtorno de personalidade esquizotípica e outros transtornos psicóticos (transtorno psicótico breve, transtorno delirante, transtorno esquizofreniforme, transtorno esquizoafetivo e psicose induzida por substâncias ou outra condição médica). Estes transtornos são definidos por delírios, alucinações, pensamento desorganizado, comportamento motor grosseiramente desorganizado e anormal e sintomas negativos (expressão emocional diminuída, redução de atividades motivadas ou autoiniciadas ou com determinada finalidade, falta de sociabilidade e menor produção do discurso).

Transtornos somáticos

Condições psiquiátricas específicas nas quais o indivíduo desenvolve sintomas físicos aflitivos que não são explicados por qualquer outra condição médica, incluindo transtornos neurológicos ou psiquiátricos, assim como pensamentos, sentimentos ou comportamentos anormais disfuncionais em resposta aos sintomas físicos. Estes transtornos podem resultar de estresse psicológico intenso expressado de forma somática involuntária e inconsciente sendo a causa subjacente não totalmente esclarecida.

Psiquiatria forense

Estudo das relações entre a psiquiatria (estado mental patológico) e as leis jurídicas ou normais sociais/éticas. Ou seja, a psiquiatria forense trabalha com as implicações éticas, jurídicas e sociais da alteração do estado mental.

Depoimentos

Avaliações de Pacientes

× Agendar Consulta